na intimidade do imenso
eu sinto
o imensamente ínfimo

(poente na mesa
o quase-existente
põe fome de nome
em fome de fome)

Zórtex é o terceiro livro de poesias de David Calderoni.

Ficha Técnica

Editora: Singular Digital
Autor: DAVID CALDERONI
Ano: 2012
Edição: 1

 

Degustação de poema

Zórtex

força do primórdio da fumaça
fonte da corrente da matéria
mito escrito em sânscrito na flâmula

magma que é glândula da terra
ritmo de um méxico em guerra
física fractal de um outro outro

chuva torrencial do absoluto
claustro de um refrão que não repete
som geral do abismo especialíssimo


Foto de Marcelo Abdo.

Veja também: