Não é contemplar
                            de longe
as letras na varanda-vitrine ;

é dormir com elas
no sertão do mundo

e gozar
      em cada vogal
                              a senda
                              a vereda
      em cada consoante

e conceber
             cada palavrinha bem composta
como o jagunço afiado

            que há de nos vingar
            que há de nos valer !

Publicado pela União Brasileira de Escritores na Antologia do Concurso Nacional Gilberto Mendonça Teles de Poesia.

Veja também: